sábado, 21 de março de 2015

Resenha # 11 Feita de Fumaça e Osso





Não são só o cabelo azul e as várias tatuagens que fazem de Karou uma garota diferente. Ela não se lembra dos pais e, criada no covil de um demônio, não entende por que uma criança humana foi acolhida ali. Muito menos sabe o verdadeiro motivo por trás das estranhas missões que desempenha para o seu protetor, recolhendo dentes ao redor do mundo. Em um instantes ela pode estar fazendo rascunho no Liceu de Arte em Praga e, minutos depois, estar no metrô de Paris, carregando presas de elefante, ou em Marrakech, negociando com um mendigo. Não é exatamente normal, mas em um   universo em que anjos são  seres temidos e o preço da magia é a dor, essa é a única vida que ela conhece. Pelo menos por enquanto.

Opinião:

Esse é o primeiro de um série que possui uma trama que mistura seres sobrenaturais, humanos e anjos. A escritora conseguiu criar  um universo surpreendente para o leitor. O livro começa de forma simples, com narração em terceira pessoa que vai abrangendo os pontos de vistas de vários personagens. Apesar de começar com situações simples do cotidiano de Kaoru, isso acabou me prendendo na leitura.
O romance no livro toma boa parte na narrativa, porém não empobrece a historia criada. E cada vez mais nos vemos envolvidos em um mundo novo, repleto de uma mitologia criativa e intrigante.
Uma parte que achei bem interessante na historia são os diálogos entre Karou e sua melhor amiga, Zuzuna, que são repletos de humos e reflexões.
Enfim, o inicio da historia se apresenta um pouco lenta, mas em contrapartida o final é bem empolgante, isso nos faz querer ler logo as continuações. Recomendo para uma leitura descompromissada.