sábado, 12 de dezembro de 2015

CCXP - Comic Com Experience


Nos dias 03, 04, 05,06 de dezembro, ocorreu em São Paulo a Comic Con Experience. A CCXP é um evento que centraliza e celebra a cultura pop, cinema, séries, quadrinhos, mangás e games. E tive a chance de ir a esse evento que foi épico. 

A localização do evento é no espaço Imigrantes, o evento tem um espaço amplo e esse ano estava com um estacionamento adequado, bem melhor que o ano passado. A minha primeira impressão do evento foi a estrutura do lugar, não me agradou. O espaço estava em obras e tivemos que andar em um espaço em construção para chegar ao prédio do evento. Outro detalhe que não gostei foram que quem pagava meia, e entregava colocando-o no chão, com tanto tempo não fizeram algo adequado para isso. E não teve revista na entrada, detalhe que até eventos como o Anime Friends tem. E não vi seguranças pelo evento. Tinha pouquíssima pessoas para pedir informações, e essas pessoas não tinham conhecimento do que havia no evento. Perguntei sobre a editora Draco, a qual a eu sabia que estaria no evento e ninguém sabia onde ficava isso poque perguntei no balcão principal  de informações.

Mas agora vou falar das experiencias boas. O evento tem uma grandes estrutura e alguns estandes, estavam muito caprichados. O estande da Netflix, tinha atrações que faziam o publico interagir junto, uma das atrações eram jogos de perguntas sobre séries que fazem parte de catalogo dela, e quem participasse ganhava brindes muito caprichados.

Outro estande que eu estava ansiosa para conhecer era o da Editora Jbc, como viciada em mangás, tinha que comprar alguns mangás e ver o estande que estava lindo, muito bem organizado, e  não poderia perder a chance de conhecer Hiro Kiyohara, o qual peguei autografo e foi super tranquilo, agora tenho meu primeiro mangá autografado. Na JBC peguei o mangá Vitamin, um mangá de volume único, Robô Esmaga um quadrinho nacional e Another. E acabei esquecendo de pegar Orange e o do Lovecraft, por não ver eles no estande, acho que a  unica falha no estande da JBC é  tinha poucas pessoas para atender e os mangás não estavam disponibilizados de forma adequada mostrando seus lançamentos. Na foto abaixo o mangaká de Another, amei pegar o autografo dele.



Agora o estande da Aleph foi perfeito em tudo, primeiro tinha muitas pessoas para atender, para fornecer informação, sobre os livros, e os autógrafos. Os livros estavam tão bem disponibilizado que vi livros que não iria comprar e acabei comprando. A estrutura estava linda, pensaram em todos os detalhes tinha até horários com musica ao vivo. Comprei o livro Como Star Wars conquistou o Universo do Chris Taylor, e peguei autografo dele super simpático, até conversei um pouco pena que meu inglês está enferrujado. Ainda na Aleph peguei o autografo do Timothy Zahn, no livro Star Wars o Ultimo Comando.