quarta-feira, 4 de maio de 2016

Resenha #47 Caminho das Sombras de Brent Weeks




Sinopse: Para Durzo Blint, matar é uma arte... e ele é o artista mais talentoso da cidade. Temido por muitos, Durzo é uma lenda viva com as mãos manchadas de sangue e nenhuma culpa pelas vítimas que deixa pelo caminho.



Esse mundo sombrio também não é novidade para o jovem Azoth. Sobrevivendo entre becos sujos, ele aprendeu que a esperança é uma piada. Pelas regras das guildas, crianças são agredidas e surradas todos os dias.



Tentar contestar essa realidade seria um risco alto demais. Mas quando a morte se torna questão de tempo para ele e seus amigos, Azoth se vê forçado a vencer o medo e agarrar a chance de virar um derramador, um assassino. Ele precisa se tornar discípulo de Durzo Blint.



Para ser aceito, o garoto abandona sua antiga vida e abraça uma nova identidade. Ao se tornar Kylar Stern, ele aprenderá a transitar no mundo dos nobres, sobreviver às magias de seus inimigos e cultivar uma amizade muito especial: a da escuridão.


Um livro maravilhoso, muito bem escrito que te prende desde do título até a última palavra. 

Caminho das Sombras é o primeiro livro da trilogia Anjo da Noite. Tinha lido alguns comentários sobre ele, estava curiosa para ler, mas não imaginava que iria me encantar dessa maneira. Esse é o primeiro livro de Brent Weeks, e ele fez um ótimo trabalho, criou um universo rico, um sistema de magia empolgante e  personagens cativantes e bem desenvolvidos. 

Na cidade de Cenária, os Sa'kagé governam as ruas, o submundo sombrio  exerce e reforça a sua influência através do medo usando assassinato e intimidação. O mais temido dos assassinos Sa'kage são os Derramadores. Qual é a diferença entre um assassino e uma Derramador? 

"- Um derramador precisa se soltar - disse Durzo. - Aliás, precisa se abandonar. Para um derramador perfeito, tem que usar a pele perfeita para cada assassinato. " 

E com Durzo Blint, a lenda viva, o derramador mais talentoso da cidade, conhecemos Azoth, um garoto que quer se tornar seu aprendiz. Um menino que vive nas ruas mas é bom e ingenuo e acredita na força da amizade, ele tem amigos que quer proteger e isso o faz querer e desejar se tornar  discípulo de Blink. E após alguns acontecimento com a menina-boneca, uma amiga mas também um amor, ele decide se tornar forte e não sentir mais medo.

E assim Blink apresenta suas condições, uma delas é que Azoth nunca mais tenha contato com seus amigos Jarl e a Menina- Boneca e mate Rato, um personagem forte e perverso.

Azoth quer matar Rato, mas demora para agir. Rato descobre isso e acaba ferindo de forma grave a Menina-Boneca, após isso Azoth faz o que tem que ser feito, mata Rato e leva uma prova para Durzo. E se torna seu discípulo, abandonando sua vida e se tornando Kylar Stern. 

"Kylar aquele que mata e aquele que é morto" 

Anos se passam e Kylar, já é um ótimo discípulo, mas tem um detalhe que ele ainda não sabe, e isso lhe custa muito caro. Ele faz amigos com essa nova vida, e Logan acaba se tornando seu melhor amigo. Azoth passa a fazer parte dos mundos dos nobres,  descobrir sobre magias e o principal aprende a fazer parte da escuridão. 

"- A vida é vazia. Quando tiramos uma vida, não estamos tirando nada de valor. Derramadores são matadores. É só isso que fazemos. É só isso que somos. Não há poesia no oficio da amargura - falou Durzo Blint. " 

E Kylar terá que aprender as faces do Anjo da Noite, Vingança, Justiça e Piedade . Se ele aprender isso será o instrumento perfeito. 

O interessante que cada personagem tem sua motivação, e no decorrer do livro, somos apresentados a vários personagens, mas de forma tranquila, e vamos conhecendo a motivação de cada um, e a complexidade daquele mundo. E vemos que as vezes a verdade não é o que parece. 

Dentre todos os personagens, uma me chamou muita a atenção, foi Gwinvere, ela tem bordeis e  muitas cortesãs sob seu comando, essas lhe davam informações importantes, com isso ela sabia tudo que acontecia na cidade. E Mama K  também foi importante no crescimento e desenvolvimento de Azoth. 

As cenas de ação deste livro são muito formidáveis, a historia tem um ritmo acelerado, e cheio de detalhes, mas detalhes esses que agregam valor na historia. E temos muitas tramas com reviravoltas. 

Portanto, este livro foi uma agradável surpresa! E o livro termina de uma forma que me deixou ansiosa pelo próximo volume A margem das Sombras.Eu recomendo este livro e estou feliz que eu encontrei uma nova série viciante.